Notícias- Volta Redonda

Evento promovido pelo Sesc terá maratona de dança no térreo da Biblioteca Municipal, na Vila Santa Cecília, e depois prossegue até domingo (19) no Sesc Barra Mansa

 

O térreo da Biblioteca Municipal Raul de Leoni, na Vila Santa Cecília, será o local da abertura, nesta quarta-feira (15), da quarta edição do festival de dança “O Corpo Negro”, realizado pelo Sesc (Serviço Social do Comércio) e que conta com apoio da Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC) e o Memorial Zumbi dos Palmares. Com a proposta de que as danças de hoje e ontem conclamem a todos para a necessária transformação social que precisamos, o festival prosseguirá de quinta-feira (16) até o próximo domingo (19) no Teatro do Sesc Barra Mansa. Toda a programação é gratuita.

A abertura do festival será às 17h30 de quarta-feira com a “Maratona de Danças de Rua”, que terá início com a “Mostra Processual de Samba e Dança Afro”, com o instrutor Luciano Dutra e os alunos da oficina de dança de salão do Sesc Barra Mansa; em seguida; às 17h50, Henna de Melo apresenta o solo “Memória e Identidade”; fechando o primeiro dia, às 18h, será a vez da apresentação de “Debandada”, com o grupo de dança DeBonde.

“O Sesc é um parceiro da cultura de Volta Redonda em diversos segmentos artísticos como música, dança, cinema, artes visuais e formação cultural. Receber mais essa atividade de cultura urbana em nossa cidade é um motivo de muito orgulho”, disse o secretário de Cultura de Volta Redonda, Anderson de Souza.

Em Barra Mansa

A partir de quinta-feira (16), “O Corpo Negro” continua no Teatro Sesc Barra Mansa, com a apresentação de “Originais do Charme na Área”, com o grupo de dança Originais do Charme, do Rio de Janeiro. Na sexta-feira (17), também às 19h, Aline Valentim apresenta “Isaura”, homenagem à bailarina e artista da dança negra carioca, Isaura de Assis; já no sábado (18), a partir das 15h, será exibido o curta “Um transe de dez milésimos de segundo”, de Jamile Cazumbá, seguido pelo documentário “Corpos invisíveis”, de Quézia Lopes. O festival se encerra no domingo (19), às 15h, com o espetáculo de dança infantil “Brincantes”.

“O festival ‘O Corpo Negro’ reafirma o compromisso do Sesc RJ com a pluralidade e com o protagonismo negro na dança, em todas as suas dimensões, diversidade e repertórios. Buscamos garantir políticas culturais com continuidade e consistência, visando possibilitar o crescimento de uma sociedade consciente e atuante, que busque relações étnico-raciais em bases justas e equânimes. O apoio da Secretaria de Cultura de Volta de Redonda nessa iniciativa reforça que, juntos, somos mais fortes nesse processo de inclusão e valorização das raízes deste país”, declarou o presidente da Fecomércio RJ, Antonio Florencio de Queiroz Junior.

Foto de Cris Oliveira – Secom/PMVR.



Publicidade

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021
We use cookies
Utilizamos cookies no nosso website. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto outros nos ajudam a melhorar este site e a experiência do utilizador (cookies de rastreio). O utilizador pode decidir por si próprio se quer ou não permitir cookies. Note que, se os rejeitar, poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do site.