Notícias- Volta Redonda

Serviço que atua no combate a situações de violência também leva informações à sociedade sobre os direitos da Melhor Idade

A Patrulha de Proteção ao Idoso de Volta Redonda, ligada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), alcançou quatro mil pessoas nos últimos cinco meses com a divulgação dos direitos da pessoa idosa. Ao todo, foram 78 bairros visitados pelo serviço, que é pioneiro no combate a situações de violência contra os idosos. Em novembro, as reuniões aconteceram nos bairros Jardim Amália II, Açude e Santa Rita de Cássia.

A Patrulha leva informações à sociedade sobre os direitos dessa parcela da população, com a entrega de exemplares do Estatuto do Idoso e explicações sobre a legislação em vigor. Com apoio da Smas (Secretaria de Ação Comunitária para Assistência Social) e da Smel (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer), a Patrulha de Proteção ao Idoso tem atuado em grupos de convivência onde estão mais presentes os idosos.

Durante as apresentações da Patrulha do Idoso, os participantes assistem a um teatro com situações que simulam os tipos de violência que podem acometer os idosos. O objetivo é que todos os moradores de Volta Redonda possam reconhecer situações de violência e procurem ajuda necessária através da Patrulha de Proteção ao Idoso. Em novembro, foi dado início a um ciclo de apresentações em escolas.

“Queremos que todos os moradores de Volta Redonda conheçam o trabalho da Patrulha de Proteção ao Idoso e sejam capazes de reconhecer uma situação de violência e procurem a ajuda necessária. Os mais jovens surgem como multiplicadores dessas informações e de boas práticas. Levar essas informações até os mais jovens era um pedido dos próprios idosos, que sempre reforçam e pedem para que a capacitação seja feita com os mais novos”, comentou o idealizador da Patrulha do Idoso, o secretário municipal de Ordem Pública, tenente-coronel Luiz Henrique Monteiro Barbosa.

As vítimas atendidas pela Patrulha, formada por dois guardas municipais, recebem o apoio de diversos órgãos, como o Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas); dos Cras (Centro de Referência de Assistência Social); da Guarda Municipal (GMVR); e da Polícia Civil, por meio do Núcleo de Atendimento ao Idoso (NUAI).

Além do secretário de Ordem Pública, também participaram das visitas as coordenadoras da Patrulha do Idoso e do projeto Advogado Social da Smas, Elizabete Teixeira e Adriele Gama, respectivamente; o inspetor da GMVR, Gilson do Carmo; os guardas Ana Lúcia e Nunes, que atuam na patrulha; e o psicólogo Victor Sobral.

Projeto pode ser levado a todo o estado

Criada em junho do ano passado no município, a Patrulha de Proteção ao Idoso é sinônimo de pioneirismo e sucesso. Os resultados positivos na redução do número de casos de violência contra idosos serviu como base para uma indicação legislativa de autoria do deputado Munir Neto, para que o serviço especializado seja implantado em todo o estado do Rio.

“Quando oferecemos segurança a esses idosos, nós estamos garantindo qualidade de vida e respeito a eles. Volta Redonda vai continuar investindo e avançando ainda mais nas garantias dos direitos dos idosos”, salientou o secretário Luiz Henrique.

Foto: Jean Alves/Semop



Publicidade

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021
We use cookies
Utilizamos cookies no nosso website. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto outros nos ajudam a melhorar este site e a experiência do utilizador (cookies de rastreio). O utilizador pode decidir por si próprio se quer ou não permitir cookies. Note que, se os rejeitar, poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do site.