Notícias- Volta Redonda

Atividade, iniciada em abril de 2023, busca estimular a imaginação, criatividade e melhorar as relações humanas dos alunos

O espetáculo “Histórias de Chapeuzinho”, uma adaptação do clássico infantil “Chapeuzinho Vermelho”, encerrou a oficina de teatro do Centro-Dia de Atendimento à Pessoa com Deficiência (CAPD), de Volta Redonda. Doze usuários da unidade, que está ligada à Secretaria Municipal de Ação Comunitária (Smac), participaram do curso e se apresentaram no Teatro Gacemss II, na tarde desta sexta-feira, 24.

“A ideia da oficina de teatro surgiu durante encontro dos usuários do CAPD com o prefeito Neto (Antonio Francisco – prefeito de Volta Redonda) em seu gabinete. Foram eles que sugeriram a inserção desta atividade no Centro-Dia, assim como a oficina de fotografia, também iniciada em abril deste ano”, lembrou a secretária da Smac, Carla Passos Duarte, comemorando o sucesso dos alunos no palco.

Rafael Gusmão e Beatriz Bastos, que atuam na Secretaria Municipal de Cultura (SMC), que é parceira da Smac na iniciativa, são atores e os professores do curso, que seguirá no próximo ano.

“Nosso objetivo não é formar atores, mas ajudar os usuários do CAPD na sociabilização e comunicação, melhorando a vida deles como um todo”, disse Rafael, orgulhoso dos alunos após o espetáculo. O professor também ficou responsável por entregar os certificados de conclusão do curso para todos os alunos.

Beatriz ressaltou que a peça “Chapeuzinho Vermelho” foi escolhida pela familiaridade. “Escolhemos um texto já conhecido por eles para evitar a dificuldade com as falas e fizemos uma adaptação ainda mais próxima da realidade deles. Foram oito meses de aula e três ensaiando o ‘Histórias de Chapeuzinho’. É incrível ver a evolução deles. Foi um momento de superação e valorização da autoestima”, falou a professora.

O secretário de Cultura, Anderson de Souza, afirmou estar encantado com a qualidade da apresentação. “Está comprovado que a arte pode transformar vidas”, disse, lembrando a importância do trabalho intersecretarias. “Essa tarde de espetáculo, de teatro, de cultura, de arte, só foi possível por mais essa parceria entre a Smac e a Secretaria de Cultura”, reforçou.

Dandara, uma das atrizes estreantes, falou pelos colegas de palco. Ela fez dois papéis – Chapeuzinho Vermelho e Lobo Mau – um em cada esquete do espetáculo.

“Estou muito agradecida pela oportunidade e por ter conseguido enfrentar o medo do palco. Meus pés não queriam que eu entrasse em cena durante as aulas, mas meu coração dizia para ir. Confiei que podia e com apoio dos professores e da Lilian (Martins Gonzaga – psicóloga do CAPD, que também prestigiou o encerramento do curso) estou aqui hoje”, contou.

A diretora do Dpes (Departamento de Proteção Especial) da Smac, Mariana Pimenta, também fez questão de abraçar os alunos após o fim da peça. “Vocês são maravilhosos, fiquei muito emocionada”, afirmou. Na plateia ainda estavam outros usuários do CAPD, familiares e a professora de fotografia do Centro-Dia, Ana Paula Silva, que registrou todas as cenas.

CAPD atende mais de 100 pessoas com deficiência

O CAPD oferece atendimento a adultos do município com deficiência física, sensorial, intelectual, Transtorno do Espectro Autista (TEA) e múltiplas deficiências, com idade entre 18 e 59 anos. No local são atendidas cerca de 130 pessoas com deficiências, com capacidade para atender até 180 usuários.

A unidade é ligada ao Departamento de Proteção Especial (DPES) da Secretaria Municipal de Ação Comunitária (SMAC). O centro-dia fica na Rua 552, nº 301, no Jardim Paraíba, e funciona de segunda a sexta-feira.

Foto: Cris Oliveira - Secom/PMVR



Publicidade

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021
We use cookies
Utilizamos cookies no nosso website. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto outros nos ajudam a melhorar este site e a experiência do utilizador (cookies de rastreio). O utilizador pode decidir por si próprio se quer ou não permitir cookies. Note que, se os rejeitar, poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do site.