Notícias- Volta Redonda

 

Cidade também figura entre as melhores do país, de acordo com o Ranking Connected Smart Cities, que apoia municípios no desenvolvimento

 

A saúde pública de Volta Redonda tem apresentado melhorias contínuas ao longo dos últimos dois anos e meio, e os resultados positivos foram atestados recentemente por dois importantes estudos de desenvolvimento que medem indicadores de todos os municípios do país – o Ranking Connected Smart Cities e o Ranking de Competitividade dos Municípios. As duas pesquisas mostram uma evolução na qualidade da oferta dos serviços do SUS (Sistema Único de Saúde) em Volta Redonda, fruto do trabalho de recuperação iniciado pelo prefeito Antonio Francisco Neto, desde que retornou à prefeitura em 2021.

No último dia 6 (quarta-feira) foi divulgado o Ranking Connected Smart Cities, que é desenvolvido pela empresa de consultoria Urban Systems. A pesquisa apontou Volta Redonda como o primeiro município melhor avaliado da região Sul Fluminense e o terceiro do estado do Rio de Janeiro no tema Saúde. O estudo levou em consideração investimentos públicos feitos no setor, oferta de leitos, qualidade dos profissionais, mortalidade infantil.

Em comparação ao estudo do ano passado, quando ainda buscava figurar entre as 100 primeiras cidades mais bem avaliadas, Volta Redonda apresentou evolução nos indicadores analisados e já alcançou a 61ª posição no eixo Saúde da edição deste ano do ranking. O Smart Connected Cities serve como ferramenta de entendimento e definição dos indicadores que apontem o estágio das cidades brasileiras para o seu desenvolvimento inteligente, sustentável e humano.

Município subiu 27 posições no Ranking de Competitividade

A qualidade da saúde pública em Volta Redonda também foi destaque no Ranking de Competitividade dos Municípios – ferramenta que tem, dentre seus objetivos, intuito de apoiar os líderes públicos brasileiros nas tomadas de decisão, com foco na melhoria da gestão das cidades.

Divulgado no último mês de agosto e realizado pelo Centro de Liderança Pública (CLP) em parceria com a Gove Digital e a Seall, o levantamento mostra que a cidade subiu 27 posições no pilar “Acesso à Saúde” (que faz parte do eixo “Sociedade” do ranking), em relação ao estudo anterior – levando em consideração tópicos como cobertura da Atenção Primária, cobertura vacinal, entre outros.

“Inclusive, esse mesmo ranking mostra que Volta Redonda cresceu 11 posições no geral, levando em consideração todos os índices avaliados. Isso mostra o resultado de um trabalho iniciado quando retornamos em 2021 e que já mostra uma melhora da saúde oferecida no dia a dia à população”, frisou o prefeito Antonio Francisco Neto.

Investimentos

Para que Volta Redonda alcançasse essa conquista, muitos investimentos foram realizados pela administração municipal, seja com recursos próprios ou por meio de parcerias. Dentre os grandes investimentos recentes que já beneficiam a população estão o novo Centro Cardiológico Municipal Camilo Riker Furtado, no bairro Aterrado, e os novos leitos do Hospital Municipal Dr. Munir Rafful, no Retiro, ampliando a capacidade de atendimento e tornando o Hospital do Retiro uma unidade de grande porte.

Na Atenção Primária, 14 unidades básicas de Saúde (USB) e de Saúde da Família (UBSF) já foram entregues reformadas à população, e outras cinco seguem recebendo melhorias.

A obra da nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h do bairro Santo Agostinho, que vai ampliar e melhorar o atendimento, está na reta final. Em breve um novo espaço mais confortável e com uma estrutura mais adequada vai beneficiar quem utiliza os serviços do SUS.

“Desde que assumi o compromisso com o prefeito Neto de recuperar a saúde pública em Volta Redonda, definimos um planejamento de investimentos, com melhorias em estruturas, processos, capacitações, insumos, criação e ampliação de espaços, uma verdadeira transformação no sentido de oferecer mais acolhimento, conforto, segurança, agilidade à população que precisa do SUS. E a melhoria do sistema de saúde pública é contínua, para oferecer o melhor atendimento possível a quem mais precisa”, afirmou a secretária municipal de Saúde, Maria da Conceição de Souza Rocha.

Além das melhorias já entregues e outras que estão prestes a serem concluídas, Volta Redonda tem em andamento importantes investimentos que vão ficar como legado para a população. A obra do Hospital da Criança, que está sendo erguido ao lado do Hospital do Retiro, segue avançada com diversas frentes de trabalho já concluídas. São quase R$ 6 milhões de emenda parlamentar do então deputado federal Delegado Antônio Furtado, mais R$ 9,4 milhões do governo estadual, por meio do projeto “Somando Forças”, da Secretaria das Cidades, liberados para a construção da futura unidade de saúde.

O Hospital São João Batista, que é referência na região, também está sendo ampliado. Por meio de uma parceria entre a Prefeitura de Volta Redonda e o Governo do Estado, estão sendo investidos cerca de R$ 20 milhões. A obra envolve a construção de uma edificação de cinco pavimentos, sendo três andares de estacionamento com 70 vagas, e um andar funcionando exclusivamente como centro cirúrgico. O novo prédio será interligado ao atual hospital e contará com rampa e elevador.

“Agradeço aos parceiros como a FOA (Fundação Oswaldo Aranha) e o Governo do Estado, que tanto têm nos ajudado a reconstruir Volta Redonda. Fizemos muita coisa e sabemos que ainda temos muito o que fazer, mas estamos no caminho certo para que Volta Redonda seja referência no país, tanto na saúde quanto em outras áreas”, ressaltou o prefeito Neto.

Foto: Cris Oliveira – Secom/PMVR.



Publicidade

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021
We use cookies
Utilizamos cookies no nosso website. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto outros nos ajudam a melhorar este site e a experiência do utilizador (cookies de rastreio). O utilizador pode decidir por si próprio se quer ou não permitir cookies. Note que, se os rejeitar, poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do site.