Notícias- Volta Redonda

Competição irá reunir mais de 1,7 mil atletas representando 83 instituições de três estados; modalidades serão disputadas na Arena Esportiva, no bairro Voldac, ginásios nos bairros e Parque Aquático Municipal

 

A Olimpede (Olímpiada da Pessoa com Deficiência) 2023, em Volta Redonda, foi oficialmente aberta na tarde desta sexta-feira, dia 1º, em cerimônia realizada no ginásio da PET (Clube dos Funcionários), na Vila Santa Cecília. Promovido pela Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), um dos maiores eventos de inclusão do Brasil será disputado no município até domingo, dia 3, e contará com a participação de 1,7 mil atletas de todas as idades, representando 83 instituições de três estados do país: Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

A secretária municipal de Esporte e Lazer, Rose Vilela, ressaltou que o evento garante visibilidade à pessoa com deficiência e aos profissionais que tanto se dedicam a esses grupos.

“Planejamos a Olimpede desde maio com congresso técnico, conversando com as cidades e hoje (1º) comemoro duplamente, pois também é o Dia do Profissional de Educação Física, que certamente trabalhou com a sua instituição para estarem aqui. A Olimpede trabalha com as quatro deficiências: intelectual, visual, auditiva e física todos juntos em uma grande inclusão. É um evento diferente, pois temos uma parte de competição classificando nas modalidades, mas também temos as provas de habilidades que possibilitam todos os atletas com 70 anos ou mais a estarem participando”, disse.

O prefeito Antonio Francisco Neto esteve presente no evento e destacou que todos os anos é motivo de alegria e orgulho estar promovendo a Olimpede em Volta Redonda.

“A gente fica muito feliz de ver a alegria dos participantes da Olimpede. Todo ano vemos a felicidade deles e esse brilho nos olhos é o que nos motiva. Quando acaba a Olimpede, eles já ficam esperando a do próximo ano. Só temos que agradecer e parabenizar a secretária Rose e toda a equipe da Smel, e ao ex-deputado federal Deley de Oliveira, que foi o grande incentivador da Olimpede”, comentou o prefeito Neto, que, juntamente com o ex-deputado Deley, foi homenageado com uma placa durante a festividade.

O deputado estadual Munir Neto ressaltou que a Olimpede é um exemplo para todo o Brasil. “A Olimpede é uma das maiores do Brasil voltada às pessoas com deficiência e tem que ser um exemplo não só para o estado do Rio, mas para todo o país. Hoje todos nós somos vitoriosos aqui, principalmente os atletas e seus familiares”, falou o deputado.

Muita alegria e empolgação

O ginásio do Clube dos Funcionários foi tomado por muita alegria e empolgação com mais uma edição da Olimpede. A abertura oficial contou com desfile das delegações, apresentações de dança e da Fanfarra da Apae-VR (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Volta Redonda), e, para finalizar, um show com a banda Mistureba. O responsável pelo acendimento da pira olímpica foi o atleta paralímpico Guilherme Maia.

Entre os artistas convidados estava a cantora e compositora de Volta Redonda, Sara Bentes, que cantou, encantou e interpretou em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) o Hino Nacional Brasileiro. Sara Bentes é deficiente visual e enxerga a vida com olhos da inclusão, através da sua música.

“A abertura da Olimpede é sempre um momento muito emocionante para mim. E, mais uma vez, tive a honra de interpretar o nosso Hino Nacional, em português e em libras. Muito obrigada à secretaria de Esporte e Lazer pelo convite, e obrigada pelo carinho de todas as pessoas presentes”, citou Sara Bentes.

Maysa Marinho das Chagas, de 12 anos, é cadeirante e está participando da Olimpede pela terceira vez. Este ano, a novidade é que ela vai competir na modalidade corrida, e sozinha.

“Este ano o que está diferente, aqui na Olimpede, são os amigos, a abertura com a dança também foi bem legal. Vou disputar a corrida sozinha, eu consigo conduzir a minha cadeira e estou muito animada. No ano passado, tive apoio de uma professora, mas neste ano vou entrar de forma independente”, citou empolgada.

Competição no fim de semana

As competições da Olimpede 2023 tiveram início na manhã desta sexta-feira, dia 1º. A primeira modalidade foi a natação, disputa no Parque Aquático Municipal, na Ilha São João. Representando a Apae Japeri-RJ, Thayla Oliveira Vieira ficou em primeiro lugar e falou da emoção de vencer a prova.

“É a minha primeira Olimpede e não esperava ganhar na natação, apesar de ter treinado bastante. Não pensei que iria chegar em primeiro, talvez em segundo lugar, mas fui surpreendida com o meu próprio desempenho”, disse.

No sábado, a partir das 8h haverá provas de Badminton; Corridas e Caminhadas; Saltos, Arremessos e Lançamentos; Dominó e Dama e Tênis de Mesa. À tarde, a partir das 14h provas de Saltos, Arremessos e Lançamentos; Corridas e Caminhadas; Jogos de Salão; Cabo de Guerra; Taekwondo e Provas de Habilidade.

No domingo, a partir das 8h provas de Badminton; Atletismo; Provas de Habilidade; Futsal; Tênis de Mesa; Cabo de Guerra e Voleibol Sentado. A grande final do Futsal está prevista para acontecer no ginásio do Santo Agostinho.

Fotos de Cris Oliveira- Secom/PMVR.



Publicidade

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021
We use cookies
Utilizamos cookies no nosso website. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto outros nos ajudam a melhorar este site e a experiência do utilizador (cookies de rastreio). O utilizador pode decidir por si próprio se quer ou não permitir cookies. Note que, se os rejeitar, poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do site.