Prefeitura de Barra Mansa reúne conselho e comissão de Saúde para prestação de contas

Prefeitura de Barra Mansa reune conselho e comissão de Saúde para prestação de contas

Objetivo do encontro foi apresentar as planilhas de emendas e gastos destinados ao combate do novo coronavírus

 

Visando garantir a transparência nos gastos executados pela Prefeitura de Barra Mansa no enfrentamento da Covid-19, o secretário Saúde Sérgio Gomes se reuniu com o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Antônio Magno de Sousa, e vereadores participantes da comissão, para apresentar as planilhas de verbas recebidas por meio de emendas estaduais e federais, bem como os custos e investimentos feitos no município desde o início da pandemia. O objetivo da reunião foi de prestar esclarecimentos aos presentes, assim como expor todos os procedimentos adotados. 

 

Segundo Sérgio Gomes, Barra Mansa é o município da região que mais se destacou no enfrentamento da Covid-19. “Até hoje estamos trabalhando para manter nossas atividades. Fora isso, nossos atendimentos estão em dia. Todos os gastos estão registrados e isso é público. Essa reunião tem um valor de suma importância, pois encerramos acusações infundáveis sobre os gastos”, disse o secretário. 

 

O presidente do Conselho Municipal de Saúde, Antônio Magno de Sousa, afirmou que o conselho acompanhou todos os procedimentos adotados pelo município. “Nós do conselho estamos abertos à população para prestar todo tipo de esclarecimento necessário. Em breve, vamos apresentar o balancete dos gastos que será auditado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). De antemão, afirmo que todo procedimento tomado pela prefeitura está de acordo”, falou. 

 

O vereador e membro da Comissão de Saúde, Marquinho Pitombeira, também participou da reunião e expressou. “Fomos muito bem recebidos pelo secretário de Saúde e nos foi apresentado todas as planilhas de verbas, gastos e investimentos. Os números não mentem. A prefeitura tem mostrado transparência nas ações e isto é aberto a todos os interessados. Infelizmente, houve um relato inverídico a respeito desses gastos e esse relato, além de não ter fundamento, não foi averiguado pelo vereador denunciante”, completou o vereador.

 

Leia também: