Equipes da prefeitura de Volta Redonda realizam serviços de limpeza e tapa buraco nos bairros

Equipes da prefeitura de Volta Redonda realizam serviços de limpeza e tapa buraco nos bairros

Cemitério Municipal e vias recebem manutenção 

 

O trabalho de manutenção e limpeza da cidade continuou pelos bairros de Volta Redonda nesta quarta-feira, dia 8. As equipes da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SMI) prosseguiram com capina, roçada, remoção de entulhos e resíduos, além da operação tapa buraco, entre outros serviços. 

 

Em continuidade ao trabalho de reparos nas vias para melhorar a mobilidade urbana, a operação tapa buraco da SMI atuou, nesta quarta-feira, nas ruas Olavo Bilac, no Eucaliptal; José Fulgêncio, no Aterrado; e na Avenida Integração, entre os bairros Aterrado e Vila Americana. 

 

“Neste período de combate ao novo coronavírus, a orientação é para, quem puder, que fique em casa. Os serviços de manutenção da cidade continuam e quem tiver alguma necessidade em sua rua, pode acessar o Fiscaliza VR, tanto pelo aplicativo quanto pelo site (voltaredonda.rj.gov.br/fiscalizavr)”, afirmou o prefeito Samuca Silva. 

 

O Cemitério Municipal, no Retiro, segue com seu cronograma de manutenção. Nesta quarta-feira, o local recebeu os serviços de caiação, capina e roçada. Ainda no Retiro, as equipes realizaram capina na Rua Maria Cecília. 

 

No bairro Vila Rica-Três Poços, foi feita roçada, capina, retirada de entulho e limpeza na praça próxima à quadra e ao campo do bairro. O trabalho contou com o apoio de uma retroescavadeira e três caminhões. 

 

Na Rua N, no bairro Açude, foram utilizados cinco caminhões e uma retroescavadeira para a retirada de entulho. Algumas ruas do Vale Verde também receberam os veículos e os serviços de remoção de entulho e terra. 

 

As equipes da SMI fizeram ainda: roçada na Avenida Radial Leste; roçada e limpeza de canaleta na Rua 156, no Laranjal; capina na Rua Barão de Mauá, no Jardim Belmonte; limpeza de canaletas nos bairros Cidade Nova e Jardim Belvedere; e limpeza do córrego do São Geraldo. 

 

Secom/VR

 

Leia também: