SINE itinerante retoma atividades e próximo atendimento será realizado no CRAS Itapuca

SINE itinerante retoma atividades e próximo atendimento será realizado no CRAS Itapuca

Devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o projeto estava paralisado; novo cronograma começou este mês

 

O projeto Sine (Sistema Nacional de Emprego) Itinerante recomeçou suas atividades neste mês de junho, respeitando todos os protocolos de segurança em virtude do novo coronavírus (Covid-19). O próximo atendimento será realizado no Cras (Centro de Referência de Assistência Social) Itapuca, na Rua Euzébio Manoel da Glória, entre 9h30 e meio-dia. Do dia 24 de junho, quarta-feira, até o dia 30 de junho, terça, o projeto marcou presença nas seguintes unidades do Cras: Toyota, na Avenida Projetada, no bairro Toyota II; Parque Minas Gerais, na Avenida São João Del Rey, 352; Jardim Esperança, na Rua Frei Tito, 27, na Fazenda da Barra I; Lavapés, na Rua Eduardo Cotrim, nº. 36; e Paraíso, na Rua Coronel Abílio Godoy, 127.

 

 

O projeto é desenvolvido pela Prefeitura de Resende, por meio das Secretarias Municipais de Assistência Social e Direitos Humanos e Indústria, Comércio e Turismo, em parceria com o Sine Resende. O Sine Itinerante visa facilitar o acesso da população aos serviços oferecidos na unidade de Resende, na Rua Gulhot Rodrigues, nº. 257, no bairro Comercial.

 

O ‘Sine Itinerante’ estava com as atividades paralisadas desde março deste ano, por causa da pandemia global. O primeiro atendimento volante de 2020 ocorreu no dia 7 de março, no decorrer da primeira edição do ano da ação social ‘Resende Cidadã’, na Escola Municipal Júlio Verne, na Rua Euridice Paulina de Almeida, no bairro Vicentina II, com a participação da equipe do Cras Lavapés. Depois, o projeto seguiu o cronograma especial com início no dia 9 de março, no Cras Lavapés. No dia 11 de março, foi a vez do Cras Toyota e, no dia seguinte, 12, a visita aconteceu no Cras Itapuca. Com o objetivo de evitar a propagação do novo coronavírus, as demais visitas agendadas em março foram canceladas. O atendimento itinerante retornou no dia 24. No mês de março, foram realizados 17 atendimentos. De 24 de junho até esta segunda, dia 29, foram 30 atendimentos nas unidades do Cras.

 

Entre os serviços disponibilizados pelo projeto estão: intermediação de mão de obra; agendamentos para o benefício Seguro-desemprego; informações sobre a emissão da Carteira de Trabalho; dicas de planejamento de carreira e postura em entrevista de emprego; instruções para elaboração de currículo profissional; atualização do cadastro do banco de dados do Sine; e captação de currículos. Todos as informações coletadas nas comunidades são levadas para a sede do Sine, onde são registradas no sistema.

 

A coordenadora do Sine Resende, Alessandra Brandão, reforçou que todas as medidas preventivas contra a Covid-19 estão sendo adotadas para a retomada das ações volantes.

 

— Todos os cuidados necessários para a retomada do projeto estão sendo devidamente respeitados, em conformidade com os Decretos Municipais, como o uso obrigatório de máscaras, disponibilização de álcool em gel, higienização do local e distanciamento social adequado. É um atendimento por vez, em local bem arejado. Vale destacar que a sede do Sine, a única da Região das Agulhas Negras que não suspendeu as atividades durante o período inicial da pandemia, passou por adaptações na ocasião, estabelecendo medidas restritivas como horário diferenciado (das 8h30 às 16h), rodízio de funcionários, atendimento ao público com os cuidados sanitários exigidos e serviços via on-line. A captação de currículos era por e-mail. Neste período, o foco do atendimento foi o benefício do Seguro-desemprego na sede, que chegou a contabilizar quase mil emissões devido ao atendimento de pessoas oriundas de outras cidades. Mesmo quem iniciava o processo do Seguro-desemprego pelo aplicativo disponibilizado pelo governo federal, precisava comparecer à sede do Sine para entregar a documentação necessária. Em relação à Carteira de Trabalho, o caminho agora é o aplicativo de celular, já que a emissão do documento físico foi suspensa antes da pandemia, para a maioria das classes trabalhistas. No início de junho, o horário de funcionamento da sede voltou a ser encerrado às 17h – informa.

 

O secretário municipal de Indústria, Comércio e Turismo, Tiago Diniz, lembrou que o projeto iniciou em novembro de 2018, no município, e ocorre, normalmente, uma vez por mês nas unidades previstas no calendário. “Em 2019, o Sine Itinerante contabilizou 468 atendimentos. O principal objetivo é dar oportunidades aos interessados que estão em busca de empregos e outros serviços, mas não têm condições de comparecer à sede do Sine. Atualmente, o Sine de Resende é mantido pela Prefeitura, por meio de parceria estabelecida com o Governo do Estado do Rio”, explica.

 

Para outras informações, o telefone para contato do Sine Resende é (24) 3360 6238.

 

Leia também: