Santa casa recebe doação de R$500 mil do grupo Raiadrogasil

Santa casa recebe doação de R$500 mil do grupo Raiadrogasil

Recurso será destinado à compra de equipamentos que ajudam no combate à Covid-19

 

A Santa Casa de Misericórdia de Resende recebeu, no último dia 17, a doação de aproximadamente R$ 500 mil por parte do grupo RaiaDrogasil. A rede de farmácias criou o fundo “Todo Cuidado Conta”, para o combate à Covid-19 em cidades do interior. Ao todo, foram destinados R$ 25 milhões para diferentes instituições e projetos.

 

A escolha dos beneficiados, que incluiu a Santa Casa de Misericórdia de Resende, foi feita por um comitê gestor formado por executivos do Grupo RD, integrantes do Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social - IDIS e especialistas independentes.

 

O dinheiro doado pela empresa, representada em Resende pela marca Droga Raia, será direcionado à compra de equipamentos para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa, que hoje tem 80% dos leitos destinados a pacientes do SUS. Entre os itens adquiridos com o recurso doado, estão monitores cardíacos, ventiladores mecânicos, camas hospitalares e oxímetros.

 

O diretor da Santa Casa, Luiz Eduardo Saldanha, ressalta a importância da modernização tecnológica para que os profissionais trabalhem em melhores condições de atendimento. “Consequentemente, essas melhorias na UTI vão favorecer o paciente que terá uma recuperação mais rápida, diminuindo a permanência deste no hospital”, afirma o diretor.

 

O dinheiro doado também será aplicado no projeto de ampliação dos leitos de UTI da Santa Casa.  Hoje são seis em funcionamento com 140 diárias de pacientes/mês registrados em média. A meta é dispor de dez leitos de terapia intensiva.

 

Neste período de pandemia, a Santa Casa de Resende está atuando na retaguarda da Saúde Pública do município, atendendo diferentes casos clínicos, para desafogar o Hospital de Emergência de Resende, que centraliza os atendimentos de COVID-19.   A previsão é que no início de julho os equipamentos adquiridos com a verba doada devam estar em funcionamento.

 

Leia também: