Prefeitura de Resende promove mutirão contra dengue em mais seis bairros

Prefeitura de Resende promove mutirão contra dengue em mais seis bairros

Liberdade, Nova Liberdade, Vila Julieta, Elite, Santa Cecília e Santa Isabel estão sendo contemplados

 

A Prefeitura de Resende segue com esforços preventivos contra a dengue, zika e chikungunya. Mais seis bairros estão sendo contemplados com um grande mutirão, através do Comitê de Combate à Dengue: Liberdade, Nova Liberdade, Vila Julieta, Elite, Santa Cecília e Santa Isabel. As atividades tiveram início no último final de semana, se estenderam durante toda a semana e já resultaram em mais de 2500 imóveis visitados.

 

A mobilização visa recolher materiais que podem se transformar em criadouros do mosquito Aedes aegypti, identificar e tratar focos domiciliares, além de conscientizar moradores sobre as medidas preventivas, através de visitas residenciais. O trabalho está sendo desenvolvido em parceria com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).  

 

Até o momento, o mutirão já passou por bairros como Vila Julieta e Nova Liberdade. No caso da Vila Julieta, ao todo, 1433 imóveis foram trabalhados e vistoriados pela equipe do CCZ, enquanto que na Nova Liberdade foram 757 casas vistoriadas. As visitas vão continuar nos demais bairros após a trégua do período chuvoso, que é propício ao surgimento de novos focos e inviabiliza o trabalho das equipes.  

 

- É fundamental que os munícipes abram as portas de suas residências para receber o Mutirão. Os profissionais vão inspecionar e tratar de cada quintal todos os recipientes que acumulem água, como baldes, pratos de plantas, potes, calhas, garrafas e pneus. Mas essa postura vai muito além do mutirão, é sempre importante estar atento. E caso identifique algum imóvel com possíveis focos do Aedes aegypti, é recomendado denunciar para a Ouvidoria – explica a superintendente.   

 

Um dos principais objetivos do mutirão é controlar preventivamente a incidência dos focos do mosquito transmissor das doenças. A ação, inclusive, mira pontos estratégicos da cidade que possuem maior tendência a conter criadouros. Outro importante ponto sobre a organização do mutirão é o fato de ocorrer justamente em um período de chuva, quando os recipientes que acumulam água tornam-se mais perigosos.

 

Leia também: