Novas câmeras vão ler placas e ajudar a identificar carros roubados em resende

 Novas câmeras vão ler placas e ajudar a identificar carros roubados em resende

Sistema de leitura de placas está interligado ao Centro de Monitoramento conjunto entre a Polícia Militar e a Guarda Municipal

 

Resende começa a ganhar na semana que vem novas câmeras de monitoramento para ampliar a capacidade do Centro de Monitoramento, que hoje funciona em parceria entre a Guarda Municipal e a Polícia Militar. Parte dos novos equipamentos serão instalados nas principais entradas e saídas da cidade e terão tecnologia OCR (Optical Recognition Character – Reconhecimento Ótico de Caracteres). O objetivo principal é monitorar veículos roubados ou furtados, em tempo real, a partir da leitura de placas.

 

 

De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Resende, César Ricardo Aureliano Laurindo, a meta é que Resende tenha ao final do processo 76 câmeras em funcionamento e amplie a área de cobertura do Centro de Monitoramento nos bairros. Novos equipamentos serão instalados nas Estradas Surubi-Bulhões e Resende-Riachuelo, assim como estarão presentes na vigilância de toda área da Fazenda da Barra. Além disso, haverá câmeras nos pontos mais movimentados de acesso da cidade para monitorar as placas de veículos.

 

O sistema promete praticidade e agilidade no combate ao roubo e furto de veículos em Resende. A partir das ocorrências ou alertas das forças de segurança, a placa entra no sistema já interligado às câmeras de OCR. O veículo é imediatamente identificado ao passar por um dos equipamentos e a partir daí o trabalho de cerco é facilitado. Da mesma maneira, as outras câmeras sem a nova tecnologia continuam sendo usadas para auxiliar as equipes de campo de maneira manual.

 

"Vamos agilizar muito o trabalho dos profissionais que estão em campo e dos servidores que estiverem no Centro de Monitoramento, que funciona 24 horas por dia com um Guarda Municipal e um Policial Militar acompanhando as imagens", disse Laurindo.

 

O comandante também destacou que o sistema poderá ser acionado em caso de veículos que estejam sendo perseguidos ou procurados por terem sido usados no apoio a ações criminosas. “Poderemos reduzir o número de roubos e furtos, assim como agilizar a recuperação do veículo eventualmente roubado. Vamos também estar à disposição para que o Centro de Monitoramento ajude no que for necessário. A Polícia Civil, por exemplo, nos requisita com certa frequência imagens que ajudam a solucionar crimes”, destacou.

 

Fase de instalação

A fase de instalação dos novos equipamentos está sob a supervisão do Superintendente Municipal de Tecnologia da Informação, Márcio de Souza Silvestre. O contrato que permite o uso dos equipamentos não teve aumento de custos, apesar de o projeto estar com alcance ampliado.

 

De acordo com ele, o novo sistema também permitirá que os agentes de segurança acessem as imagens através de aplicativos de celular ou tablet. A partir deste novo conceito, o Centro de Monitoramento também será modernizado, haverá aumento na área coberta pelas câmeras e será instalado o novo sistema de leitura de placas.

 

- Levamos para esta ação de Segurança Pública um conceito da nossa gestão de administração pública, de fazer mais com menos. Vamos permitir que novas ferramentas tecnológicas auxiliem o trabalho de nossos servidores, gerando benefícios diretos para a população. Teremos ao final deste processo uma cidade mais eficiente - disse.

 

 

O superintendente também explicou que a proposta tecnológica para a Segurança Pública não é uma ação isolada e faz parte do projeto "Resende Inteligente", que busca tornar a cidade de uma forma geral mais funcional e dinâmica, abrangendo outros setores da administração pública, como Saúde e Educação. Isso foi possível a partir da evolução do antigo Departamento para Superintendência. "Reduzimos os valores dos contratos antigos em R$ 2 milhões, oferecemos temos autonomia no uso de internet em prédios públicos e estamos levando o serviço para novos pontos da cidade. Montamos um grande um Data Center e desenvolvemos projetos para tornar a administração pública mais moderna em todos os seus setores", destacou.

 

Leia também: