Com apoio da UGB, Jogos Escolares Municipais voltam a acontecer em Barra do Piraí

 

 

     No passado, os Jogos das Escolas Municipais (JEM) eram uma tradição em Barra do Piraí. Muitos adultos de hoje viveram os tempos áureos da competição, que reunia dezenas de alunos e estimulava a prática esportiva. Este ano, a prefeitura resgatou o JEM, em parceria com o Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB). Os jogos não eram realizados há seis anos. A disputa começa na próxima segunda, 2, e segue até sexta, 6, com as modalidades: atletismo - com corridas de 50, 100, 200 e 400m - futebol de campo, futsal, vôlei e basquete.

 

Foto: Divulgação

     

     Embora o JEM comece na segunda, a abertura oficial acontece na terça, 3, no Ginásio Municipal Dr. Jacyr Abud, no Matadouro. No primeiro dia, porém, acontecerão as provas de atletismo, no campo do Royal Sport Club. As categorias são para os atletas sub-15, com idade de 13 a 15 anos. Nessa edição dos jogos, nove escolas – da rede pública e privada – participarão.

     O diretor do Departamento de Esporte e Lazer, Henrique Oliveira da Silva, comenta sobre a volta da competição. “Após seis anos sem o JEM, a parceria entre a prefeitura e o UGB promete renovar o espírito esportista de Barra do Piraí”, destacou, acrescentando: “É importante que nossos adolescentes e crianças tenham contato com o esporte. Acreditamos que atividades desse tipo funcionem como modalizadores sociais, na construção de cidadãos mais conscientes e ativos”.

     A secretária de Educação, Esporte e Lazer, Glória Guimarães, a Glorinha, destaca o resgate do JEM como uma retomada de projetos que, além de saudáveis, fazem parte da história de Barra do Piraí. “Existem crianças e adolescentes que sequer conhecem o JEM, porque não são da época em que os jogos eram um marco na cidade. Essa nova edição é mais uma prova de que o município tem um governo comprometido com as diversas vertentes que impactam positivamente na qualidade de vida das pessoas, e isso inclui o respeito e a celebração da memória barrense”, pondera. 

 

Leia também: