Com dois casos suspeitos, Porto Real aperta o cerco contra o coronavírus

Com dois casos suspeitos, Porto Real aperta o cerco contra o coronavírus

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Real informa que foram registrados dois casos suspeitos de contaminação por coronavírus. Os pacientes, que são moradores do município, estão em isolamento domiciliar e seguem monitorados pela Secretaria de Saúde, enquanto é aguardado o resultado do exame de confirmação. “São casos suspeitos porque os pacientes apresentaram sintomas semelhantes aos do coronavírus e agora estão sendo testados. No estado do Rio de Janeiro já são 63 casos confirmados do COVID-19, por isso é fundamental que a população de Porto Real conscientize-se sobre a necessidade de evitar ao máximo o convívio social. Sair de casa somente quando for extremamente necessário, como orienta o Ministério da Saúde”, alerta o secretário Luiz Fernando Jardim.

 

A estrutura da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Real está sendo redirecionada para o atendimento de possíveis casos de coronavírus no município. “Já precisamos cancelar as consultas médicas na Atenção Ambulatorial Especializada de curto prazo, para nos prepararmos para a chegada de pacientes com coronavírus. As cirurgias eletivas no Hospital Geral Municipal São Francisco de Assis serão realizadas conforme a disponibilidade das equipes. Essas medidas de redirecionamento são importantes para que estejamos bem preparados para o aumento na procura pelo nosso Hospital Municipal”, explica o secretário. Diariamente as equipes da atenção primária, Atenção Ambulatorial Especializada, Vigilância em Saúde e Atenção Hospitalar recebem diretrizes de conduta atualizadas para o enfrentamento ao coronavírus. "A Secretaria já solicitou a colocação de tendas na área externa do Hospital como preparação para o aumento na procura e como forma de evitar um grande número de pessoas em ambiente fechado", adiantou.

 

Outras ações

Para evitar ao máximo o convívio social no município, a Prefeitura de Porto Real já providenciou o cancelamento das aulas, de eventos públicos de qualquer natureza, o fechamento das áreas de lazer e recomendou as entidades religiosas do município que façam o mesmo. “É preciso que a população compreenda que todo esse esforço é para proteger as famílias de Porto Real de uma doença terrível que assola o mundo inteiro. Tenho confiança que a nossa população será forte para vencer este desafio com muita responsabilidade e amor ao próximo”, comentou o prefeito Ailton Marques.

 

Foto: Ricardo Moraes

Leia também: