Ônibus Lilás realiza quase 200 atendimentos em Porto Real

Ônibus Lilás realiza quase 200 atendimentos em Porto Real

 

Através da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos em parceria com a Secretaria de Ordem Pública e com apoio da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Habitação e do Centro Comunitário de Defesa e Cidadania (CCDC), o bairro Freitas Soares recebeu na quarta, 22, o Ônibus Lilás. Tendo como principal foco o enfrentamento da violência contra a mulher, o projeto também distribuiu isenções para emissão de documentos, folhetos informativos do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e da Defesa Civil; e contou com a Secretaria de Saúde, que realizou aferição de pressão arterial. Além disso, contou também com a presença da Patrulha Maria da Penha Guardiões da Vida e da 18ª Subseção da OAB Mulher, Conforme informações da Subsecretaria Estadual de Políticas Para as Mulheres, foram realizados 173 atendimentos, entre isenções para emissão de documentos e acompanhamentos de mulheres em situações de violência.

 

“É importantíssimo o fortalecimento de entidades e ações que promovam e consolidem a garantia de direitos. Como parte importante no enfrentamento à violência contra a mulher, contamos nesse evento com essa unidade móvel do Estado, o Ônibus Lilás, que é uma referência nesse tipo de atendimento. É necessário o apoio de cada um de nós para que esse trabalho seja feito de maneira que assegure total cuidado às mulheres em situação de violência, tem como objetivo dar fim a esse ciclo tão prejudicial não só física, mas também psicologicamente”, destacou o prefeito Ailton Marques, presente à ocasião.

 

O secretário de Ordem Pública, Elias Vargas, presente à oportunidade, enfatizou a importância da denúncia e agradeceu o apoio de todos os colaboradores. “Estamos empenhados, graças ao apoio fundamental de nossos colaboradores como o Governo do Estado, o mandato do deputado estadual Marcelo Cabeleireiro e as secretarias municipais parceiras nesse projeto, em propagar uma cultura que preze pelo fim desse ciclo de violência. Por isso é necessário que as mulheres saibam a respeito de seus direitos e entendam também a importância de não ficarem caladas mediante essas situações. Vale lembrar que através do telefone 180 é possível e muito importante denunciar esses casos”, disse Elias.

 

“O principal objetivo do Ônibus Lilás é oferecer atendimento às mulheres em situação de violência, orientando as vítimas e fortalecendo as políticas de combate que se referem a esse assunto.  Vale ressaltar que a violência pode ser física, psicológica, moral, sexual e patrimonial e que equipamentos como o CREAS e o Núcleo Integrado de Atendimento à Mulher  (NIAM) estão presentes nos municípios para darem continuidade ao trabalho de enfrentamento à violência promovido através do Ônibus Lilás”, analisou a superintendente de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher, Patrícia Xavier.

 

Estiveram presentes ainda o vereador Rudnei Heleno e os secretários muncipais: Ricardo Moraes (Comunicação e Transparência); Reinaldo José Raimundo (Meio Ambiente); a diretora do CREAS, Daniele Barbosa a advogada da OAB Mulher, Sabrina Rabelo e os cabos da Patrulha Maria da Penha Guardiões da Vida, Ana Paula e Renato. Também esteve na oportunidade o presidente da Associação de Moradores do Freitas Soares, Marcelo Costa.

 

Foto: Dorinha Lopes

Leia também: