Acordo entre Estado, CCR Barcas e Alerj garante retorno da antiga grade de Paquetá a partir de sexta-feira (21/2)

Acordo entre Estado, CCR Barcas e Alerj garante retorno da antiga grade de Paquetá a partir de sexta-feira (21/2)

Na decisão, anunciada pelo governador Wilson Witzel, também foi acertado que os horários de Cocotá serão mantidos

 

Um acordo entre o Estado, a concessionária CCR Barcas e a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) garantiu o retorno, a partir da sexta-feira (21/02), da antiga grade de horários da linha aquaviária de Paquetá. Na decisão, também foi acertado que a grade das viagens entre Praça XV-Cocotá, na Ilha do Governador, será mantida. O termo de compromisso foi assinado, na tarde desta quinta-feira (20/2), entre a Administração Estadual, representada pela Secretaria de Transportes (Setrans), a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e a Agetransp, com a CCR Barcas. O Ministério Público e a Defensoria Pública do Rio de Janeiro também fazem parte do documento.

- Esta é uma boa notícia para os moradores das Ilhas de Paquetá e do Governador. Conseguimos equacionar este problema dos horários das barcas e, a partir de amanhã, a grade volta a funcionar como era antes. Agradecemos o apoio da Alerj, que nos auxiliou na articulação com a concessionária – disse o governador Wilson Witzel.

 

Segundo o secretário de Estado de Transportes, Delmo Pinho, esse termo de compromisso é fruto de um esforço conjunto entre Estado e Alerj.

- É gratificante saber que chegamos a uma solução para essa questão que trouxe tantos transtornos. Esse momento denota o grande entrosamento e esforço comum para atender uma das necessidades básicas da população. Desde o início procuramos manter o diálogo constante buscando equacionar esse caso – destacou.

 

 

Moradores comemoram

 

Cerca de cinco mil pessoas moram na Ilha de Paquetá. Alessandro Tolentino é um deles e comemorou o retorno da antiga grade de horários.

- A decisão representa o direito de ir e vir da população de Paquetá, das pessoas que trabalham no continente e moram na ilha, além dos nossos estudantes. Policiais, bombeiros, médicos e professores, muitas vezes, não conseguiam voltar para casa em virtude dos horários das barcas. O turismo, que é muito forte em Paquetá, não será mais prejudicado – disse Alessandro.

 

Usuária da linha Praça XV-Cocotá diariamente, Flávia Aguiar respira aliviada com a decisão de manter as seis viagens (ida e volta) que fazem a ligação entre o Centro do Rio e a Ilha do Governador.

- As barcas oferecem três horários na parte da manhã (7h, 8h e 9h20) e mais três, à noite (17h30, 18h40 19h50). Para nós, moradores, que contamos com este serviço, é extremamente fundamental manter esta grade para que consigamos ir e voltar de nossos empregos – comentou a moradora da Ilha do Governador.

 

Fotos: Rogério Santana

Leia também: