Barra Mansa intensifica combate ao Aedes Aegypti

Barra Mansa intensifica combate ao Aedes Aegypti

Ações de prevenção respeitam determinações sobre cuidados ao Covid-19 

 

Mesmo em tempos de coronavírus, a Prefeitura de Barra Mansa não deu trégua ao Aedes Aegypti. A Secretaria de Saúde, por meio da Coordenadoria da Vigilância em Saúde Ambiental, dará início ao serviço de fumacê na noite desta terça-feira (07), nas áreas onde foram identificados casos positivos das doenças. O primeiro bairro a ser atendido será o Vila Maria. O município possui atualmente cinco casos de dengue e um de chikungunya.

 

Também estão sendo realizadas visitas em locais que possuam possíveis focos, porém este ano com efetivo reduzido, para respeitar os protocolos de segurança contra novo coronavírus. Apenas 40% das equipes estão atuando nos bairros, mas contam com apoio dos agentes do Programa de Saúde da Família (PSF) que orientam os moradores.

 

O coordenador da Vigilância em Saúde Ambiental, Antônio Marcos Rodrigues, relatou a ação. “Contamos com a ajuda dos agentes, pois eles têm contato direto com as residências e conhecem cada área de abrangência. Eles fazem toda a orientação de como cuidar dos quintais”, pontuou.

 

Sobre o serviço de fumacê, o coordenador explicou como será feito o itinerário. “Estaremos acompanhando os bairros. Hoje será Vila Maria, depois no Vista Alegre. Após, vamos fazer o Centro, Paraíso e Metalúrgico. A princípio, seriam estes bairros, onde apresentaram casos positivos”, informou. 

 

Antônio Marcos ainda reforçou que é fundamental, mesmo em meio à pandemia de coronavírus, uma atenção e um cuidado especial com esse vetor. “Pedimos a participação da população para conter a proliferação do mosquito e reiteramos para que cada morador cuide do seu quintal e verifique possíveis focos de criadouro do Aedes Aegypti”, concluiu.

 

Leia também: