Prefeitura de Barra Mansa entrega Escola Santo Antônio aos moradores do bairro Colônia

Prefeitura de Barra Mansa entrega Escola Santo Antônio aos moradores do bairro Colônia

Unidade atenderá 416 alunos do ensino infantil e fundamental

 

Na tarde desta quinta-feira (20), a Prefeitura de Barra Mansa, através da Secretaria de Educação, inaugurou a Escola Municipal Santo Antônio, no bairro Colônia. A unidade atenderá 416 alunos do ensino infantil e fundamental, em 10 salas de aula climatizadas, sala de professores, secretaria, amplo refeitório, campo de futebol e área arborizada.

 

Participaram da entrega o prefeito de Barra Mansa, Rodrigo Drable, a vice-prefeita Fátima Lima, os secretários de Educação, Fernando Vitorino, e de Obras, Luiz Gonzaga, os subsecretários de Educação, Ricardo Rosas, e de Juventude, Esporte e Lazer, Marcus Vinícius Barros, o vereador Daniel Maciel e representantes da Associação de Moradores do bairro.

 

Com a inauguração, a escola passa a funcionar em novo endereço, na Estrada Governador Chagas Freitas, nº 2901. Originalmente, a unidade funcionava em um espaço cedido pelo Estado, sendo transferida para o Ciep do bairro, onde permaneceu por três anos. As aulas começam dia dois de março.

 

O prefeito Rodrigo Drable lembrou que as obras atendem ao pedido dos moradores. “Em 2016 eu andei pelo Colônia e as pessoas me fizeram alguns pedidos. Alguns deles foram para que tivesse uma escola digna aqui no bairro. Sinceramente, de tudo que pode se pedir, não há nada mais legítimo que pedirmos para que nossos filhos tenham oportunidade de ter uma educação, que se preparem para o futuro da melhor maneira possível”, lembrou.

 

Prefeitura de Barra Mansa entrega Escola Santo Antônio aos moradores do bairro Colônia

 

Rodrigo informou que o espaço foi projetado para atender da melhor forma os estudantes. “Hoje, esse é um dos melhores colégios do Sul Fluminense. Todas as salas têm ar condicionado. A direção tem condição de ter o seu trabalho em uma estrutura digna. Temos campo de futebol, teremos um belo salão que será um refeitório, mas que terá uso multimoldal, podendo ser usado como um teatro. Nós teremos nesse espaço a Casa Azul para atender com dignidade os autistas, que são uma parcela muito importante das nossas crianças”, destacou.

 

Sobre os motivos de a escola ter sido transferida, o gestor do município explicou. “Nos deparamos com a Escola Santo Antônio derrubada. Isso nos faz refletir que é muito fácil vender ilusão. Aquele prédio era do Estado. Derrubaram um prédio que não pertencia a prefeitura, sem terem condições de levantarem outro. Depois, nós fomos obrigados a passar alguns anos no Ciep, através do Estado, sem condições de reerguer a escola que foi destruída”, pontuou Rodrigo, que completou. “O Estado agora está pedindo que nós devolvamos o prédio, isso quer dizer que eles querem que a gente construa um novo para entregar e isso é justo, porque é deles”.

 

O Secretário de Educação, Fernando Vitorino, apontou a entrega como uma vitória da comunidade e do governo municipal. "Vida é fazer todo sonho brilhar. Quando as pessoas estão juntas, a corrente do bem transforma de uma maneira significativa. O que aconteceu aqui foi fruto do amor pela Educação, do compromisso pela Educação. É um sonho ver essa escola funcionar. É um dia de comemoração, de felicidade. O bem está criando, está construindo", comemorou o secretário.

 

A diretora da unidade, Maria do Carmo Garcia, lembrou da importância da escola na formação dos jovens do bairro. “Nesses dias de construção, observamos o empenho, o esforço e profissionalismo excepcionais para a entrega desta escola. No Santo Antônio formamos alunos críticos e autônomos. Muitos se tornam bolsistas em cursos profissionalizantes, além de conquistarem títulos, como menção honrosa na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, entre outros", finalizou emocionada a diretora.

 

Fotos: Chico de Assis

Leia também: