Notícias - Brasil

Logo Agência Brasil

No Rio Paraopeba, em Brumadinho (MG), varas de bambu com panos coloridos preenchem uma das margens e a ponte que passa por cima das águas. Imagens retratam crianças se divertindo, pássaros voando e brincando, peixes que resistem nas águas turvas e elementos da vegetação característica da região.

É a intervenção artística As histórias que o rio conta, feita por um coletivo de mulheres que chama atenção para as potencialidades do rio, destacando cenas do cotidiano e a biodiversidade ali presente.

Notícias relacionadas:

Em 2019, uma barragem da mineradora Vale se rompeu liberando uma avalanche de rejeitos, que causou a morte de 270 pessoas e gerou diversos impactos na Bacia do Rio Paraopeba.
Brumadinho. 17/12/2023 Às margens do rio Paraopeba, em Brumadinho,  um grupo  de mulheres que se identifica com a hashtag #ativismodelicado, realizou uma intervenção artística na madrugada de ontem chamada Brumadinho. 17/12/2023 Às margens do rio Paraopeba, em Brumadinho,  um grupo  de mulheres que se identifica com a hashtag #ativismodelicado, realizou uma intervenção artística na madrugada de ontem chamada
Às margens do Rio Paraopeba, em Brumadinho, coletivo de mulheres realizou intervenção artística As histórias que o rio conta - Foto Mel Fayad/Divulgação

“O que a gente é levado a acreditar é que a vida não existe, que os peixes estão mortos, que a água está contaminada. O convite é de estender e alongar o olhar para além da ponte, das margens, e passar um tempo ali, para observar o que existe de vida ali e o tanto que ela é bonita”, explica o coletivo.

As artistas preferem não ser nomeadas, mas identificadas como um movimento que promove um ativismo delicado e sensível, atento a tornar o invisível visível.

A intervenção busca trazer memórias de um rio que se lembra de ser vivo, além de denunciar a tragédia e chamar atenção para o cuidado com o meio ambiente, em uma região em que a mineração ainda é muito presente. Os que passam por ali são convidados a refletir sobre a relação dos seres humanos com a natureza.

A intervenção foi instalada na madrugada deste domingo (17), no dia em que a cidade de Brumadinho completa 85 anos.

Brumadinho. 17/12/2023 Às margens do rio Paraopeba, em Brumadinho,  um grupo  de mulheres que se identifica com a hashtag #ativismodelicado, realizou uma intervenção artística na madrugada de ontem chamada Brumadinho. 17/12/2023 Às margens do rio Paraopeba, em Brumadinho,  um grupo  de mulheres que se identifica com a hashtag #ativismodelicado, realizou uma intervenção artística na madrugada de ontem chamada
Intervenção artística As histórias que o rio conta, às margens do Rio Paraopeba - Foto Mel Fayad/Divulgação

“Existe uma coisa muito forte que tem a ver com a mineração que ainda existe e é muito presente. [A intervenção] fica como esse chamado do rio, do olhar para a natureza que está viva e está pulsando”, diz o coletivo.

As obras são todas feitas a partir de materiais recicláveis e outros materiais como ripas para as molduras das gravuras e chapas de MDF.

Link original Agência Brasil

https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2023-12/intervencao-chama-atencao-para-potencialidade-do-rio-paraopeba

Share
 
Rua Pedro Maria Neto, 17/101 - Aterrado - 27.215-590 - Volta Redonda - RJ
Todos os direitos reservados - 2021
Guia Comercial Sul Fluminense
© 2009 / 2021 Guia Sul Fluminense - Desenvolvido por ABCMIX - 2021
We use cookies
Utilizamos cookies no nosso website. Alguns deles são essenciais para o funcionamento do site, enquanto outros nos ajudam a melhorar este site e a experiência do utilizador (cookies de rastreio). O utilizador pode decidir por si próprio se quer ou não permitir cookies. Note que, se os rejeitar, poderá não conseguir utilizar todas as funcionalidades do site.